A arte e o trabalho como superação de desafios

Posted by
Márcia e o filho: superação pelo trabalho e pela arte.

Marcia Daltozo é parceira da Fêtes. No mercado há mais de um ano, procura criar soluções criativas para cada evento. Ama o que faz e a carreira a ajudou a superar a síndrome pós-parto. Acompanhe, na entrevista, dicas importantes em mais uma história de quem constrói narrativas festivas.

Blog Fêtes: Nos fale sobre seu trabalho: como começou e qual sua forma de atuação?

Márcia Daltozo: Comecei em decoração de festa por causa do meu filho mais velho. Eu fiz a decoração da festa de 2 anos dele e foi uma experiência enriquecedora! Eu tive depressão pós-parto após o nascimento do 2º filho e este processo de cuidar da festa do Leo foi terapêutico. Gostei muito da experiência e fiquei feliz com o resultado! A partir daí é que comecei a pensar em trabalhar com decoração. Estou há cerca de 1 ano e meio no mercado. Faço decorações personalizadas e posso desenvolver qualquer tema. Estou em constante evolução e tentando me reinventar a cada festa.

BF: Qual é o tema que você realizou ou sonha realizar em uma festa? Aquele que na sua lembrança ficará eterno.

MD: Gosto de temas diferentes e menos comerciais. Produzi duas festas com tema Jardim, que era um tema que eu queria muito fazer na época, e gosto muito do resultado de ambas. Elas são bem diferentes uma da outra e acho que isso é o mais bacana, poder se reinventar a cada festa. Tem diversos temas que eu gostaria de fazer: Flamingos, Woodland, Pow Pow…

BF: Na sua opinião, o que a Fêtes proporciona que tem influência direta na qualidade do seu Evento?

MD: A parceria acontece desde que eu comecei a trabalhar com festas, há cerca de 1 ano e meio. O acervo da Fêtes tem peças lindas; é diversificado e sempre tem novidades! Tudo isso facilita muito a minha vida. Posso desenvolver qualquer tema. O atendimento é outro ponto positivo! As meninas são muito atenciosas, pacientes e me deixam muito à vontade para escolher as peças.

Quanto às peças, tem muita coisa bacana. Tem algumas peças rústicas que gosto bastante; já produzi uma festa de adultos com essas peças. Amo os banquinhos de nuvem, os banquinhos com tampo branco (e pés de madeira), as novas peças na cor salmão, que é uma cor bem difícil de encontrar no mercado. Enfim, tem muita coisa linda! E tudo bem conservado.

BF: Alguma dica ou segredinho especial para as nossas leitoras?

MD: Trabalhar a altura das peças na mesa. Para isso, você pode usar objetos que, além de “levantar” as peças, ainda decoram com muito charme: caixas, livros, maletas, banquinhos e etc. Vale sempre se afastar da mesa para vê-la de longe e ter uma visão geral da mesma. Veja se não tem nenhuma peça escondida atrás de outra. Se tiver, vale o truque de colocar algum objeto embaixo para levantar a peça. Doces decorados também ajudam a compor o tema e flores ou folhagem ajudam a valorizar ainda mais tudo isso! Não existe certo ou errado, o que vale é o bom senso na hora de compor os itens.

 


Compartilhe!

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *